Parabéns farmacêuticos, protagonistas no processo de autorização de uso emergencial das vacinas contra a covid-19

Parabéns farmacêuticos, protagonistas no processo de autorização de uso emergencial das vacinas contra a covid-19

#TemosVacina#VacinaBrasil#FarmacêuticosPresentes#OrgulhodeSerFarmacêutico#Covid-19 #Anvisa#CFF A Anvisa aprovou neste domingo (17/01) o uso emergencial de duas vacinas contra a Covid-19. Estudo realizado pela Gerência Geral de Medicamentos comprovou eficácia de 50,39% da Coronavac (Sinovac/Butantan), e de 70,42% da Covishield (AstraZeneca/Instituto Serum/Fiocruz).

Em ambos os casos, a autorização foi condicionada ao monitoramento, acompanhamento e a reavaliação periódica dos imunizantes. Entre as dúvidas estão a segurança e eficácia nos idosos, para as duas vacinas, e a imunogenicidade (duração da imunidade em que é vacinado) para a Coronavac, que deverá apresentar os dados à Anvisa até o dia 28/02.

O próximo passo é iniciar a vacinação. Imediatamente após da autorização, o governo de São Paulo vacinou a primeira brasileira, a enfermeira negra Mônica Calazans, de 54 anos, ato criticado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pauzuello, como politização do tema. Ele anunciou que a distribuição começa nesta segunda-feira, 18/01.

O protagonismo da categoria farmacêutica no processo de avaliação e aprovação de uso das vacinas ficou evidente. Com exceção de um estatístico, todos os demais responsáveis pelas apresentações dos resultados dos estudos foram farmacêuticos, assim como a diretora relatora, Meiruze Freitas.

“Parabéns a todos pelo seu empenho no sentido de garantir que o país possa ter maior confiança e segurança na imunização contra a Covid-19. O esforço de vocês merece o nosso reconhecimento”, disse o presidente do CFF, Walter da Silva Jorge João. Saiba mais – https://cff.org.br/noticia.php?id=6162

%d blogueiros gostam disto: