Nota de esclarecimento: Quem entende de remédio é o farmacêutico

Quem entende de remédio é o farmacêutico

NOTA DE ESCLARECIMENTO O CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO CEARÁ – CRF-CE, em alusão à veiculação promovida pela Secretaria de Saúde do Governo do Estado do Ceará, em suas plataformas de divulgação, vem, com o escopo de esclarecer o papel do farmacêutico e suas atividades privativas vinculadas a medicamentos, manifestar-se nos termos que adiante seguem: Inicialmente, a máxima veiculada pela Secretaria de Saúde – “quem entende de remédio é médico e profissional de saúde” demonstra desconhecimento da legislação e das atribuições relacionadas a medicamentos, cuja manipulação, dispensação, fabricação, distribuição e guarda de remédios, dentre outras atribuições, são ATIVIDADES PRIVATIVAS do profissional farmacêutico, nos termos do artigo 1º do Decreto 85.878/81, em plena vigência.

Nesse sentido, com o registro do nosso inabalável respeito à classe médica e aos demais profissionais de saúde, a frase veiculada merece decisivo reparo: “quem entende de remédio é o farmacêutico”.

Dra. Arlândia Cristina Lima Nobre de Morais

Presidente em exercício do CRF/CE

Ofício – Clique aqui

%d blogueiros gostam disto: