DEU NA MÍDIA: FAKE NEWS AMEAÇA A VACINAÇÃO NO BRASIL E RESSUSCITAM DOENÇAS

As notícias falsas ou fake news sobre a ineficácia de vacinas em crianças chegou às redes sociais e têm prejudicado as coberturas vacinais em todo o País. Em matéria publicada ontem (30), assinada por Otávio Augusto, o CORREIO BRAZILIENSE traz um dado alarmante do Ministério da Saúde: de nove vacinas prioritárias do calendário infantil, nenhuma atingiu a meta de 95% de imunização no ano passado. A maior parte delas ficou, em média, na casa dos 70%. Para combater os baixos índices de vacinação o Ministério da Saúde estuda ampliar o Programa Saúde na Escola, fortalecendo a imunização entre estudantes. A situação é tão preocupante que suscitou a manifestação de entidades médicas e do Rotary Internacional, em favor das vacinas.

Leia matéria completa CORREIO BRAZILIENSE – https://goo.gl/5dGxic

LEMBRETE – O Brasil é hoje referência mundial na área de vacinação e, desde dezembro de 2017 (RDC nº 197/17 da Anvisa), os farmacêuticos também podem se orgulhar de contribuir para ampliar e facilitar ainda mais o acesso dos brasileiros às vacinas. Os requisitos necessários à prestação do serviço de vacinação pelo farmacêutico estão previstos na Resolução CFF nº 654/2018.

Confira a íntegra das normativas:

RESOLUÇÃO Nº 654/CFF – https://bit.ly/2xT4eDM

RDC 197/17 da Anvisa – https://bit.ly/2xVFnzf

#CFF #ConselhoFederalDeFarmácia #consulteumfarmacêutico

%d blogueiros gostam disto: